Enquanto o Sistema Mirante segue mentindo, Cleide Coutinho continua firme como uma das favoritas em 2018.

Contrariando o que o blogueiro Daniel Matos, do Sistema Mirante, publicou no ultimo dia 17 de maio, a ex deputada Cleide Coutinho (PDT) segue firme com sua pré-candidatura ao Parlamento Estadual. A especulação do comunicador é tão descabida, que nem mesmo os assessores mais próximos da viúva do ex-presidente Humberto Coutinho fizeram questão de rebater.

Nesta terça-feira (22), Cleide Coutinho seguiu cumprindo intensa agenda política acompanhada de prefeitos e ex-prefeitos. Em reunião com o Secretário de Estado Rodrigo Lago, Cleide Coutinho tratou sobre os últimos detalhes para execução das emendas deixadas pelo Presidente Humberto Coutinho, que beneficiarão as cidades representadas pelos seus líderes.

Na Secretaria das Cidades, a médica foi recebida juntamente com sua comitiva pela Secretária de Estado, Flávia Alexandrina, que assegurou a construção de casas do programa mais IDH nas cidades do leste Maranhense.

O fato é que a médica continua despontando como favorita nas principais pesquisas eleitorais, principalmente quando o levantamento atinge a região dos cocais. Políticos experientes da cidade de Caxias, reduto eleitoral da médica, apostam que a pedetista sairá da princesa do sertão com uma expressiva votação, não menor que 25 mil votos.

Além disso, vários prefeitos já confirmaram apoio á pré-candidata. Entre eles, Miltinho Aragão (São Mateus), Idan Torres (Santa Filomena do Maranhão), Ferdinando Coutinho (Matões), Luís da Movelar Filho (Coroatá), Adalberto Rodrigues (São Francisco do Maranhão), Marlon Torres (Passagem Franca), Valmira Miranda (Colinas). Um número considerável de ex-prefeitos também surge como apoio ao projeto de retorno da médica a Assembleia Legislativa. Entre eles, Davi Carvalho (Parnarama), Zequinha (Paraibano), Fernando Barcelar (Aldeias Altas), Luís da Movelar (Coroatá), Léo Coutinho (Caxias), Wellington Reis (São João do Sóter), Zé Henrique Brandão (Colinas).

Portanto, cai por terra o conteúdo publicado pelo blogueiro do Sistema Mirante. Cleide Coutinho disputa entre os mais votados do Maranhão em 2018.

Blog do Ronald Segundo

Sarney, Zé Reinaldo e Braide

Os passos que estão sendo dados por Zé Reinaldo nos últimos dias estão deixando claro a serviço de quem o ex-governador está.

A sabotagem contra o PSDB, sem medo dos caciques tucanos maranhenses Roberto Rocha e Sebastião Madeira, demonstra que ele se garante com a cúpula nacional do partido. E o faz porque está agindo em sintonia com José Sarney.

Consciente de que uma polarização entre Flávio Dino e Roseana nas eleições de outubro dará muita vantagem ao governador, o velho oligarca já trabalha nos bastidores para que o nome de Eduardo Braide também esteja na corrida eleitoral.

Na verdade, Sarney quer o rebento de Anajatuba como linha auxiliar da sua filha, tudo com o objetivo de levar o pleito para o segundo turno.

Para isso, Sarney usa Zé Reinaldo, que força e trabalha incansavelmente a candidatura do rebento de Anajatuba, mesmo colocando em risco sua candidatura ao Senado pelo PSDB.

Na estratégia de Sarney, Eduardo Braide pode virar inclusive um Plano A, caso Roseana desista de disputar o governo, como vem constantemente demonstrando pelas suas ações.

Sem confiar em Roberto Rocha para o papel de candidato oficial do grupo Sarney e, muito menos, como alguém capaz de conseguir votos suficientes para forçar um segundo turno, só resta a Sarney apostar em Eduardo Braide.

É por isso que Zé Reinaldo insiste tanto na candidatura do seu novo pupilo.

Do Marrapá

DINO: “QUEM VIU A PRESIDÊNCIA DE SARNEY SABIA O QUE SERIA A DE TEMER”

Por Leandro Miranda/marrapa.com - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), usou as redes sociais para se posicionar sobre os erros do presidente Michel Temer (MDB) na condução do país. Dino comparou a gestão Temer com a do ex-presidente José Sarney. Para ele, o governo Temer não poderia ter outro desfecho.

“Quem viu a presidência de José Sarney sabia o que seria a de Michel Temer. Uma pena que o Brasil tenha que passar por isso de novo”, lamentou o governador.

A crise com os caminhoneiros expôs a todo o Brasil a fragilidade do governo Temer. Reportagem desta terça-feira (19) do jornal Folha de São Paulo sinaliza que, de acordo com membros do Congresso e do STF, cresce a chance de Temer não terminar o mandato.

Temer completou os últimos doze meses de governo, como o presidente mais impopular desde a gestão do oligarca maranhense, que administrou o país até o final dos anos 1980, deixando como legado uma estratosférica hiperinflação.

WEVERTON DIZ QUE LULA ESTÁ TRANQUILO, MAS PREOCUPADO COM O BRASIL

Blog do Jorge Vieira - O deputado federal maranhense Weverton (PDT) e outros sete membros de uma comissão externa da Câmara dos Deputados estiveram nesta terça-feira (28) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Eles realizaram uma inspeção para verificar as condições de carceragem da Polícia Federal, onde Lula se encontra preso há 52 dias, em Curitiba. Segundo Weverton, o presidente está disposto, mas preocupado com o cenário de crise no qual o Brasil está mergulhado.

A comissão externa é formada por diversos partidos de oposição. Na vista estiveram, além Weverton Rocha, os deputados Orlando Silva (PCdoB/SP) , Benedita da Silva (PT/RJ), José Mentor (PT/SP), Odorico Monteiro (PSB/CE) Silvio Costa (Avante/PE), Paulo Pimenta (PT/RS) e Jandira Feghali (PCdoB/RJ). “Estamos todos aqui lutando pela democracia”, afirmou Weverton.

Palavras de esperança – Os parlamentares relataram um encontro em que foram surpreendidos pelo ânimo do ex-presidente. “Fomos levar a energia e a solidariedade do povo brasileiro, do povo do Maranhão, a ele. Mas confesso que nós é que saímos energizados de lá de dentro”, afirmou. Weverton é o primeiro maranhense a estar com Lula desde que ele foi levado para Curitiba

Weverton contou que, durante toda a conversa que teve com os parlamentares, Lula se mostrou tranquilo, sem ódio, mas indignado com o que considera uma prisão política. “Ele é um líder indignado com o que fizeram com ele. Mesmo assim sempre usou palavras encorajadoras, de horizonte, pedindo para que a gente não desista da luta. E é isso que nós vamos fazer”, disse o parlamentar.


Madeira ameaça candidatura de Zé Reinaldo e ex-governador o chama de afoito

O clima esquentou no PSDB após mais uma investida de Zé Reinaldo em favor da candidatura de Eduardo Braide (PMN) ao governo do estado. Como se fosse porta-voz de Braide, o ex-governador anunciou que o deputado estadual seria candidato, embora o próprio Braide tenha desmentido, afirmando que ainda avalia.

A reação da cúpula tucana foi imediata. O ex-prefeito de Imperatriz e secretário-geral do PSDB no Maranhão, não gostou nada da declaração. Em entrevista ao jornalista Ribamar Corrêa, Madeira foi duro com Zé Reinaldo pelo posicionamento. “Nós abrimos as portas e garantimos a entrada do ex-governador José Reinaldo no PSDB quando ele não tinha mais para onde ir. Criamos as condições para ele entrar no PSDB e ser candidato a senador. O que faz ele? Afronta a todos nós com essa história de apoiar também candidatura do deputado Eduardo Braide. Isso não é correto, o PSDB tem um candidato a governador, o senador Roberto Rocha, e é por ele que nós temos que lutar. Quem não quiser abraçar o nosso projeto, não tem problema, pode sair do partido. Mas ninguém vai continuar agindo assim, porque se isso continuar, nós vamos tirar a vaga de candidato e entregar para outro. E não haverá ninguém que mude essa decisão”, disparou.

Em resposta, Zé Reinaldo emitiu um comunicado no qual responde ao ex-prefeito. “Nutro um enorme respeito pelo ex-prefeito e ex-deputado Sebastião Madeira, que neste momento, entre útil e afoito, tem sido desbragadamente usado para atender aos interesses dos mais afetados pela ameaça de um terceira via nas eleições deste ano”, alegando que Madeira está sendo útil aos grupos tanto do governador quanto aos Sarneys, já que na visão de Zé Reinaldo, Braide deveria ser o candidato viável do que chamou de terceira via.

Não é a primeira vez que Madeira e Zé Reinaldo entram em conflito desde a filiação do ex-governador ao PSDB. No começo de abril, já havia vazado áudio de Madeira reclamando do fato de Tavares insistir na candidatura de Braide alegando que Roberto Rocha não ganharia a eleição (relembre).

A chapa deve esquentar ainda mais no ninho.

Blog do Clodoaldo Correa